precisa-ajuda

BOINA tº 2015 - Douro

8,50€
Em stock: Sim
Modelo: BOINA tº 2015 - Douro
%IVA: 13%
Visitas: 336
Qtd:     

Chapéus há muitos, mas Boina, nos vinhos, só há um. É um vinho, como dizem os produtores, que “fica na cabeça”.

Por esta amostra, está-se mesmo a ver o potencial para trocadilhos do novo tinto do Douro que Nuno Aguiar (enólogo, ex-colaborador de Anselmo Mendes) e António Olazabal Ferreira acabam de lançar. Chama-se Boina, é de 2015 e tem uma estética muito apelativa.

Este é o primeiro de uma série de vinhos que a dupla começou a produzir no Douro e em Trás-os-Montes, no âmbito do projecto Portugal Boutique Winery. A marca Boina agrupa os vinhos sem madeira do Douro. Os vinhos durienses com barrica (usada, nesta fase) sairão com a marca Guyot. Neste caso, as uvas são provenientes da zona de Carrazeda de Ansiães, de solos maioritariamente graníticos. Os vinhos transmontanos, do planalto mirandês, irão chamar-se Goblet, que é o nome da formação típica das videiras naquela zona, também conhecida por Cabeça de Salgueiro.

O Boina tinto junta uvas de vinhas velhas do Douro Superior e do Baixo Corgo de diferentes solos e altitudes e em que predominam as castas Touriga Franca, Tinta Amarela, Tinta Carvalha, Tinta Francisca e Sousão. O vinho fermentou (com 20% de engaço) e estagiou apenas em inox. Seria de esperar um vinho aromaticamente exuberante, até pela sua juventude, mas no nariz até é pouco efusivo. Na boca também mostra contenção frutada. Não é, por isso, um tinto para conquistar de imediato os iniciados do vinho. Mas é um vinho muitíssimo gastronómico, sem amargos e verdes desagradáveis e com um fundo bastante fresco. Sem dar muito nas vistas, é um daqueles tintos que nos vão conquistando ao longo da refeição.

Escrever comentário

Nome:


Comentário: Note: HTML não está traduzido!

Classificação:    Mau            Bom

Insira o código na caixa abaixo:




Produto: BOINA tº 2015 - Douro?


Nome:


Endereço de Email:


Insira a sua Questão:

Insira o código na caixa abaixo: